Ouça a Rádio Ao Vivo

Sistema de café arborizado é tema de intercâmbio de conhecimentos realizado em Alegre

Foto: Divulgação

O município de Alegre recebeu, nesta semana, uma visita para intercâmbio de conhecimento sobre sistemas de café arborizado. A ação aconteceu nesta quarta-feira (20), na unidade de pesquisa participativa (UPP) na propriedade do produtor rural Júlio Mendonça, na comunidade de Santa Luzia, em Alegre.

A visita na unidade de pesquisa faz parte de uma das várias ações do projeto intitulado “Desempenho Agronômico e Econômico do Cafeeiro em Sistemas Arborizados”, fruto de um convênio entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

O coordenador da meta de implantação das unidades de pesquisa participativa, o extensionista do Incaper local Ricardo Eugênio Pinheiro, explicou que a unidade de pesquisa em Alegre está na fase inicial e, até o momento, é composta por café conilon, abacate, banana e cultivos de milho e feijão. Segundo Pinheiros, técnicos e agricultores monitoram e avaliam os indicadores de sustentabilidade para esse tipo de sistema, como cultivo, mão de obra, econômico, do solo e socioambiental.

Na unidade participativa, os resultados sobre Sistemas Agroflorestais (SAFs) com café conilon foram observados por mais de 15 pessoas, entre elas, agricultores familiares, extensionistas e pesquisadores do Incaper, além de bolsistas e professores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) – campus de Alegre.

O diretor do Sindicato dos Agricultores Familiares e Assalariados de Alegre (Sitrua), o agricultor familiar Rubney Gonçalves Sant’Ana, tem participado das atividades do projeto desde o início. “Hoje, o dia foi bem produtivo. Estou aprendendo muito com a troca de experiências entre os agricultores e técnicos. Com a visita na propriedade do produtor Júlio Celio de Mendonça, comparando com a visita do ano anterior, pude observar que o solo está enriquecendo com a cobertura morta, existe mais presença de minhocas, mais umidade no solo da área do sistema e uma diversificação de plantas. Isso mostra que está aumentando a sustentabilidade do sistema”, disse Sant’Ana.  

O extensionista Ricardo Eugênio lembrou ainda que os indicadores de sustentabilidade que direcionam os resultados deste projeto de pesquisa estão inteiramente ligados à percepção dos agricultores sobre o sistema.

“Por meio da percepção e experiência dos agricultores familiares, conseguimos compreender os pontos críticos tecnológicos, econômicos e sociais que limitam a implantação de sistemas arborizados na região, e construímos consórcios adequados, promovendo a difusão simultânea de resultados parciais na região Sul-Caparaó do Espírito Santo”, frisou.

Também estão sendo implantadas três Unidades de Pesquisa Participativa (UPPs) em propriedades de agricultores dos municípios de Alegre, Ibitirama e Iúna.

Sobre o projeto

O projeto “Desempenho Agronômico e Econômico do Cafeeiro em Sistemas Arborizados” tem por objetivo avaliar o desempenho de cafeeiros arábica e conilon em cultivos arborizados e consórcios perenes, e o desenvolvimento de genótipos de cafeeiro arábica e conilon nesses consórcios. Dessa forma, pretende-se ampliar os conhecimentos técnico-científicos e a rede de pesquisa em cultivos arborizados, envolvendo pesquisadores, professores, extensionistas e agricultores.

No Estado do Espírito Santo, o projeto é desenvolvido pelo Incaper, em parceria com a Ufes e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes). Além da implantação das UPPs, o projeto propõe outras quatro soluções para inovação: Gestão do Projeto; Sistema Agroflorestal (SAF) Pacotuba, Café Arábica e Juçara e Seleção de Genótipos.

Fonte: Governo ES

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Leptospirose: 85 casos suspeitos da doença foram registrados em Mimoso

Roberto Carlos: maior nome da música brasileira completa 83 anos na sexta (19)

Incêndio atinge empresa em Itaoca, distrito de Cachoeiro

Escritora atacada por pit bulls recebe alta após 13 dias internada

Cachoeiro: autorizada reforma do Centro de Saúde “Paulo Pereira Gomes”

Barbeiro é detido com moto clonada em Cachoeiro

Cachoeiro: Servidor da prefeitura perde braço após acidente de trabalho

Cachoeiro recebe evento de cidades inteligentes