Ouça a Rádio Ao Vivo

Rodosol: governo fecha o cerco contra caminhões de grande porte

Heitor Righetti/Governo do ES

Com o fim do contrato de concessão, o Governo do Espírito Santo reassumiu há um mês o controle da autoestrada ES-060 (Rodosol) e aboliu o pedágio da via, uma importante conexão entre a Grande Vitória e o litoral sul capixaba. 

Porém, expressivo fluxo irregular de caminhões de grande porte, que buscam evitar o pedágio e a balança na BR-101, tem sido observado na autoestrada. 

A partir de agora, fica proibido o tráfego de caminhões com PBT superior a 23 toneladas na ES-060 entre o km 33, na altura do retorno e bairro Village do Sol, ao km 39, no retorno e trevo de Setiba. 

Além disso, fica restrito o tráfego de caminhões com PBT superior a 23 toneladas no entroncamento com a ES-477, no trecho próximo à antiga praça do pedágio, até o entroncamento com a ES-388, próximo à BR-101. As normativas serão publicadas no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (24).

A regulamentação é feita pelo Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER-ES). Entre as rotas disponíveis, estão a ES-388, Darly Santos e a própria Rodovia do Sol, até o km 33.

A medida, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Vila Velha, da Ceturb-Rodovias e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar, visa a otimizar o fluxo de veículos na autoestrada e a mobilidade urbana. Como também garantir a segurança viária e a preservação da infraestrutura, da fauna e flora dos parques de conservação ambiental, pelos quais a Rodosol perpassa, e a eficiência do sistema viário.

“Há um mês nós assumimos a Rodovia do Sol e temos feito um trabalho para atender os usuários e promover segurança viária. Temos visto uma mudança no padrão dos veículos na região sul, constatando um volume alto de caminhões que buscam evitar o pedágio e a balança na BR-101 e acessam a Rodovia do Sol, e que não deveriam estar ali. Esses caminhões têm outras rotas disponíveis, especificamente projetadas para a movimentação eficiente de mercadorias”, argumenta o secretário estadual de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

As novas diretrizes contaram também com o apoio do vice-governador e Secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço. E foram alinhadas entre os órgãos em agenda na última quinta-feira (18), que teve a participação do deputado federal Victor Linharis e de empresários da região, além do prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo. 

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

São Camilo: Governo garante bolsa a aprovados que tiveram matrículas canceladas

Homicídio em posto foi legítima defesa, conclui Delegacia de Marataízes

Suspeito de fingir ser policial civil é detido com arma em Alegre

Agora é Léo: PL anuncia novo pré-candidato a prefeito de Cachoeiro

Terminam nesta sexta-feira (23) as inscrições para os cursos de Língua Estrangeira no CEI

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

Festival Aracruz Sabores vai reunir o melhor da gastronomia tradicional do Espírito Santo

Veja como conseguir o informe de rendimentos no Meu INSS