Ouça a Rádio Ao Vivo

“Precisamos de rodovias melhores”, afirma diretor da CNT sobre estradas do ES

Bruno Batista diz que falta qualidade em rodovias que cortam o Estado |  Foto: Leone Iglesias/AT

Durante o Fórum CNT de Debates realizado nesta terça-feira (27) em Vitória, o diretor executivo da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Bruno Batista, destacou que o Espírito Santo precisa evoluir bastante em termos de qualidade das rodovias, em entrevista ao jornal A Tribuna.

Segundo ele, dois a cada três quilômetros no Estado têm algum tipo de problema e necessitam de melhorias.

A Tribuna – Como o senhor avalia a infraestrutura rodoviária no Espírito Santo?

Bruno Batista – Em termos de rodovia, a CNT tem uma pesquisa muito ampla, a Pesquisa da CNT de Rodovias. Ela tem como objetivo realizar um levantamento das características e avaliar as condições da malha rodoviária pavimentada brasileira que afetam, direta ou indiretamente, as condições de trafegabilidade e segurança das estradas.

Os resultados nossos de avaliação do ano passado mostram que o Espírito Santo precisa ainda evoluir bastante em termos de qualidade. No ano passado, 66%, ou seja, dois em cada três quilômetros de rodovia aqui no Estado têm algum tipo de problema, de pavimento, de sinalização ou de geometria viária.

Então, esse é um indicador que mostra a grande necessidade de melhorar o nível de investimento, de construir rodovias mais seguras porque elas vão ser a base do sistema logístico aqui do Estado.

Os investimentos feitos nas BRs, principalmente que cortam o Estado, são suficientes?

O ciclo de investimento do País de uma forma geral, e o Espírito Santo não é uma exceção a isso, passou por um período muito crítico nos últimos sete anos, oito anos.

Recentemente foram feitos investimentos a exemplo do Contorno do Mestre Álvaro, no Espírito Santo. Quais a perspectivas para este ano?

No ano passado, pela primeira vez, houve uma elevação dos recursos disponíveis. Este ano, a gente volta a ter um patamar de investimento da ordem de R$ 16 bilhões. Então, é provável que agora, ao longo desse ano, as obras voltem a acontecer num ritmo mais forte. A expectativa é que os problemas logísticos sejam sanados com esse tipo de investimento.

Quais são as principais demandas do segmento?

Aqui no Espírito Santo, o setor pede rodovias melhores, um melhor acesso rodoviário, um melhor acesso terrestre, rodoferroviário aos portos. O Espírito Santo tem portos muito importantes e, sobretudo, melhorar a integração. O transporte aqui precisa ser melhor integrado, ele passa também pela questão da mobilidade urbana, as cidades são bem abastecidas, mas sempre há espaço de melhoria.

Novo contrato da BR-101

Também durante sua fala no evento, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Ricardo Ferraço destacou que o projeto de repactuação — ou seja, a definição de novos critérios do contrato de concessão da BR-101 —, em análise pelo Tribunal de Contas da União (TCU), seja apresentado entre março e abril.

“Está certo de ter uma perspectiva deste contrato ser recolocado em novas bases, com novos corpos, mas mantendo o objetivo fundamental de duplicar, basicamente, toda a rodovia”, disse.

Segundo ele, estarão inclusos os três contornos, em Fundão, Ibiraçu e Linhares e de basicamente, só não duplicar os trechos que têm restrição de licenciamento ambiental. Nesse caso, vão ser trabalhadas terceiras faixas, que permitem melhorar o fluxo.

“Estamos com a expectativa de que agora, no mês de março, no mês de abril, o TCU possa sinalizar positivamente essa estratégia, permitindo que vários contratos e concessões de rodovias federais que estão em desequilíbrio possam ser renegociados sem que a gente tenha que fazer novas licitações”, explicou.

fonte original da Tribuna Online

Confira mais Notícias

Motorista de caminhão morre preso às ferragens em São José do Calçado

Assaltante é detido e produtos recuperados pela PM em Guaçuí

Colisão entre dois veículos deixa três feridos em Itapemirim

Duas motos recuperadas pela GCM em Cachoeiro na tarde desta sexta-feira

Vídeo: Homem morre dentro de casa noturna em Ibatiba

PP define data da convenção para confirmar candidatura de Ferraço

Resgate de cadáver no Itapemirim chama atenção no centro

Bebê amanhece morto em casa