Ouça a Rádio Ao Vivo

Incaper orienta sobre estratégias para uso racional de água na irrigação

O Estado de Alerta sobre a situação hídrica no Espírito Santo foi revogado na última semana, após regularização das vazões dos rios de domínio do Estado. Ainda assim, a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) recomenda que medidas voltadas ao uso racional da água continuem sendo adotadas. 

Na agricultura, há técnicas e estratégias eficientes para reduzir o consumo de água na irrigação, sem deixar de atender às necessidades hídricas das culturas.

“É importante buscar métodos que permitam o uso mais consciente da água, reduzindo as perdas e visando retê-la o maior tempo possível na área agrícola”, salienta o pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica Extensão Rural (Incaper), Claudinei Montebeller.

De acordo com o pesquisador, existem várias alternativas ao alcance dos produtores rurais, desde as mais simples até as mais complexas, algumas de menor custo e outras mais onerosas. Ele enumerou algumas delas. Confira:

Monitoramento do clima

Usar pluviômetros para monitoramento do volume de chuva na região, evitando-se irrigar sem necessidade evidente. Utilizar softwares e aplicativos para obter informações e previsões de chuva em tempo real, evitando-se irrigar ao mesmo tempo da ocorrência das precipitações.

Uso de sistemas de irrigação localizada

Utilizar sistemas de irrigação mais eficientes (maior que 90%), como gotejamento ou microaspersão, que direcionam a água diretamente para as raízes das plantas, reduzindo as perdas por evaporação e percolação.

Manutenção dos sistemas de irrigação

Limpeza de bicos, filtros e avaliação de rendimento do conjunto moto-bomba. Verificar vazamentos e entupimentos, substituindo peças danificadas para evitar desperdícios.

Manejo da irrigação

Definir a quantidade e o momento correto para aplicação. Estabelecer horários de irrigação durante os períodos mais frescos do dia para minimizar a evaporação, como nas primeiras horas da manhã ou à noite. Evitar irrigação em horários com alta incidência de ventos para reduzir as perdas por deriva e evaporação.

Monitoramento da umidade do solo

Utilizar sensores de umidade para monitorar a umidade superficial e subsuperficial do solo, e programar a irrigação apenas quando necessário, evitando excessos e aplicações desnecessárias.

Caso seja possível, realizar o uso múltiplo das águas, sendo este mais comum em áreas urbanas.

Plantio de espécies tolerantes à seca

Selecionar variedades e clones adaptados ao clima local e mais resistentes à seca, reduzindo a necessidade de irrigação constante.

Coberturas do solo

Usar palha, mulch ou plantas de cobertura, visando reduzir a evaporação, manter a umidade e proteger as raízes das plantas. Algumas culturas se adaptam a sistemas de sombreamento, como a cabruca, no caso do cacau, o que reduz as perdas por evaporação quando comparado ao sistema tradicional.

Planejamento de cultivo

Escolher as áreas que apresentam solos com maior capacidade de retenção de água, e, associado a isso, utilizar adubação com a incorporação de matéria orgânica, o que potencializa sua capacidade.

No caso de culturas anuais, a estratégia é buscar os períodos de cultivo mais favoráveis no período chuvoso, como também aqueles denominados janelas, os que permitem o cultivo da safrinha, escapando do período de veranico.

Planejamento da área irrigada

Avaliar a real necessidade de irrigar toda a área, priorizando os pontos de carência, concentrando os esforços nas áreas mais críticas. 

Estratégias para armazenamento

Construção de barragens e reservatórios para o uso em períodos de escassez, e implementação de sistemas de captação e acúmulo de água da chuva (caixas secas e barraginhas), os quais permitem a redução do processo erosivo e contribuem para elevação do nível do lençol freático, aumentando o aporte de água juntos aos mananciais, aliviando a dependência de fontes tradicionais. 

Fonte e foto: Incaper

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper