Ouça a Rádio Ao Vivo

Findes e bancada estadual discutem impulsionamento de negócios no ES

Para ampliar o diálogo e fortalecer o desenvolvimento socioeconômico capixaba, a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) promoveu, nesta segunda-feira (11), um encontro com os parlamentares da Assembleia Legislativa Estadual.

A aproximação reforçou o compromisso da Federação e dos deputados em trabalhar em prol do setor produtivo e da sociedade.

A indústria representa 38,3% da economia capixaba, reúne mais de 16 mil empresas responsáveis pela geração de 232,7 mil empregos com carteira de trabalho assinada e por pagar os melhores salários do mercado.

Para a presidente da Findes, Cris Samorini, há um grande potencial para tornar a indústria ainda mais forte. “Essa aproximação que estamos fazendo vai contribuir para desenvolvermos cada vez mais o futuro do Espírito Santo
e do Brasil. Estamos trabalhando para construir uma indústria que faça a diferença na vida da sociedade, melhore o ambiente de negócios e contribua para o desenvolvimento socioeconômico do Estado e do país”, disse em sua fala de abertura.

Marcelo Santos, presidente da Assembleia Legislativa, reafirmou o compromisso do corpo parlamentar em ser um aliado do setor produtivo.

“Não seremos um entrave para o Estado, pelo contrário, estarmos aqui hoje, reunindo 25 dos 30 parlamentares, mostra a importância da Federação para a Assembleia. Lutamos juntos para propor e aprovar projetos de lei que tragam ganhos para o desenvolvimento local e nacional”, disse.

“Na Assembleia é onde passa os principais assuntos da indústria. Precisamos nos unir para discutir as dificuldades
que os setores industriais enfrentam. Todos com um propósito de gerar mais emprego, renda e desenvolvimento do Estado”, ressaltou o vice-presidente da Findes, Paulo Baraona.

Para o vice-presidente da CNI e presidente emérito da Findes, Léo de Castro, com o plano “Nova Indústria Brasil”,
o Espírito Santo terá ainda mais potencial para atrair investimentos.

“O mundo está reavaliando a indústria, e aqui no Brasil não será diferente. É preciso recolocar a indústria no centro da estratégia de desenvolvimento, para que possamos retomar índices de crescimento maiores e poder ofertar um caminho consistente e alinhado com o que os países desenvolvidos fazem. Por meio do plano “Nova Indústria Brasil”, o Espírito Santo terá mais condições para agregar valor à cadeia produtiva, estimulando a indústria
de transformação”, afirmou.

Na ocasião, a presidente Cris apresentou aos deputados estaduais algumas das principais ações e resultados que a Federação e suas instituições têm desenvolvido em prol da indústria e da sociedade capixaba:

Qualificação. “O Senai ES transforma vidas oferecendo conhecimento e promovendo oportunidades. Por dia, são
88 profissionais de excelência que a Instituição coloca no mercado de trabalho, desde 2020. Nossa meta, este ano, é termos um aumento de 6,5% das matrículas, com 56 mil pessoas qualificadas.”

Parceria. “Sabemos que quando trabalhamos juntos, somos mais fortes. Por isso, estamos sempre fechando parcerias com órgãos públicos e privados. Recentemente, o Senai ofereceu 1.120 vagas gratuitas para cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação. O objetivo é preparar o aluno para o mercado de trabalho, ainda no ensino médio.”

Inclusão. “Queremos estimular a equidade de gênero e promover oportunidades para todos e todas. Em três anos,
foram quase mil matrículas de mulheres nas áreas de siderurgia, tecnologia da informação, energias, soldagem, construção civil, segurança do trabalho, logística, alimentos, madeira e mobiliário. Só em 2024, serão ofertadas 1.500 vagas gratuitas exclusivas para mulheres. Temos um compromisso de chegar a 50% da participação feminina nas matrículas até 2035.”

Educação. “Entre 2020 e 2023, investimos R$ 108 milhões, sendo que 90% em educação. Um exemplo foi a construção da Escola Sesi de Referência, em Jardim da Penha, Vitória. Primeira do Estado e da Região Sudeste. E vamos além: até 2035, mais de R$ 590 milhões serão investidos em ampliação e modernização das nossas unidades Sesi e na construção do Senai Automotivo, no Instituto Senai Vitória, que será referência de educação do segmento.”

Saúde. “Estruturamos resultados significativos na promoção de Saúde e Segurança, por meio da prestação de serviços no ambiente corporativo, com preços mais competitivos e acessíveis para a indústria capixaba. Em 2023, oferecemos nossos serviços por todo o Estado (78 municípios) e alcançamos mais de 52 mil trabalhadores com gestão de saúde e segurança do trabalho.”

Inovação. “Continuamos o forte trabalho, iniciado pelo presidente emérito Léo de Castro, com foco em inovação, liderado pelo Instituto Senai de Tecnologia e Findeslab. Em 2023, foram 437 empresas atendidas com serviços de tecnologia e inovação e 31 projetos executados.”

Lideranças. “Ano passado, inauguramos a Academia Findes de Negócios, que nasce com o objetivo de elevar o nível de formação de líderes para a gestão. Nosso olhar é para executivos em desenvolvimento com cursos do IEL-ES, mas também para o jovem que inicia uma carreira e quer se tornar um líder no futuro, com o Ciclo de Formação Cindes Jovem.”

Investimentos. Na Bússola do Investimento do Observatório da Indústria da Findes estão mapeados, até 2028,
um total de 366 projetos, que somam R$ 57,4 bilhões em investimentos para o Espírito Santo. “A indústria representa 87% de todo o valor a ser investido no Estado (R$ 50,1 bilhões). Nossa responsabilidade é gigante. A Federação vai continuar nutrindo esse diálogo com a bancada capixaba, com um olhar apurado para o fortalecimento da indústria e o desenvolvimento do Estado”, concluiu a presidente da Findes, Cris Samorini.

Defesa de interesses. “Nós, representantes da indústria, temos um compromisso diário em defender os interesses
do setor produtivo. Acompanhamos, por meio do nosso programa Monitora Ales, os Projetos de Lei (PLs) na Assembleia Legislativa que podem influenciar no ambiente de negócios da indústria capixaba, fazendo uma atuação proativa junto aos parlamentares”.

Cris Samorini destacou os resultados positivos desse diálogo ao longo dos últimos anos e citou alguns projetos como:
a redução do ICMS do gás natural, a nova legislação do licenciamento ambiental, a desestatização da ES Gás, a regularização de débitos fiscais das empresas, e a criação de legislações para mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19.

Cris complementou: “Construir de forma conjunta não divide protagonismo. Nos fortalece enquanto indústria e Estado. Por isso, quero agradecer a cada um dos deputados que tem se dedicado a debater e propor legislações que melhoram o ambiente de negócios, que geram mais oportunidades e renda e que impulsionam o crescimento do Estado. O meu muito obrigada a toda bancada e, em especial, a todos que aceitaram o convite para estarmos juntos nesta tarde.”

Participaram do evento ‘Diálogo com Parlamentares’ os deputados: Adilson Espíndula, Alcântaro Filho, Alexandre Xambinho, Allan Ferreira, Bispo Alves, Capitão Assumção, Coronel Weliton, Dary Pagung, Delegado Danilo Bahiense, Denninho Silva, Dr. Bruno Resende, Gandini, Hudson Leal, Janete de Sá, João Coser, Lucas Polese, Lucas Scaramussa, Marcelo Santos, Mazinho dos Anjos, Pablo Muribeca, Raquel Lessa, Sergio Meneguelli, Tyago Hoffmann, Vandinho Leite e Zé Preto

Foto: Beatriz Seixas
Foto: Beatriz Seixas

fonte original do Dia a Dia ES

Confira mais Notícias

Sem capacete, meninas são flagradas pela GCM trafegando com moto

Situação e oposição fazem convenções no mesmo dia em Marataízes

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

Semana de início das Olimpíadas tem dia do escritor e avós

Pega em flagrante ameaçando pessoas, dupla armada é detida em Alegre