Ouça a Rádio Ao Vivo

Entrevista| Exposul Rural 2024 deve movimentar mais de R$ 57 milhões

A Exposul Rural, um dos maiores eventos do agronegócio capixaba, realiza sua 32ª edição no Parque de Exposições “Carlos Caiado Barbosa”, em Cachoeiro de Itapemirim, de 1º a 7 de abril, com uma programação voltada para os interesses do meio rural e ambiental.

Centenas de produtores rurais, empreendedores e instituições devem participar da feira fazendo a exposição de animais, equipamentos, serviços agrícolas, agroindústria, artesanato e gastronomia.

A expectativa é superar o resultado do evento do ano passado, conforme explica Wesley Mendes, presidente do Sindicato Rural de Cachoeiro de Itapemirim, realizador da Expo Rural, em parceria com a prefeitura municipal. Confira a entrevista:

Quanto vale um animal exposto neste evento?

Se for uma vaca doadora de embriões, por exemplo, o valor pode chegar a R$ 300 mil, mas já vi doadoras menores sendo vendida por R$ 5 milhões. Vai depender dos animais, se for um cavalo Mangalarga marchador campeão, pode ser vendido tranquilamente por R$ 2 milhões, mas também tem bezerros de uma raça de corte de valor diferenciado que são reprodutores e vão multiplicar sua qualidade genética no rebanho; esses costumam variar de R$ 400 mil a R$ 500 mil, o valor da arroba de peso.

Qual a expectativa de arrecadação nesta edição da Expo Rural?

Tomando por base a arrecação do ano passado (2023), quando foi arrecadado R$ 57 milhões, esperamos ampliar esse valor, apesar do momento do mercado não estar favorável e a economia estar retraída no agro tambem, queremos superar o valor e principalmente reaquecer o mercado.

O que podemos esperar da pecuária de leite neste evento?

Duas exposições ranqueadas de gado de leite, uma da raça Girolando e outra da raça Gir; o concurso leiteiro e a participação de produtores e empresas do setor. Haverá, também, exposições ranqueadas e não ranqueadas de gado de corte. O Circuito Equestre Exposul Rural terá provas de Laço Campista, Ranch Sorting e Mangalarga Marchador.

Aponte os principais benefícios da economia rural capixaba

A balança comercial do Espírito Santo jamais seria a mesma sem a exportação, por exemplo, do café Conilon, somos os maiores exportadores do Brasil. Não seria a mesma também sem a exportação do mamão, do gengibre, sem a produção de ovos de Santa Maria de Jetibá, a produção de suínos de Cachoeiro de Itapemirim como os maiores produtores; sem a cooperativa de laticínios Selita e todas as outras cooperativas de produtos lácteos do Estado ou sem a Usina paineiras.

O agro é o responsável, o motor da economia capixaba que impulsiona inclusive a indústria porque as grandes indústrias do Estado estão na cadeia de transformação do agro; já citei a Selita e posso citar a Cacau Show também. Tudo isso acontece porque existe a decisão do produtores em produzir.

Os produtores do agro estão otimistas para os resultados?

O maior resultado para aqueles que estão na feira e comercializam seus produtos é o resultado da venda imediata, ou seja, sair da feira com dinheiro no bolso. Porém, os benefícios da Exposul para comunidade rural alcança magnitude que, às vezes, não é possível mensurar.

Vamos receber muita informação e esse é o benefício maior que podemos apresentar porque é conhecimento, algo que se leva para a vida e não se perde. O convívio com as pessoas e com a família, o cuidar dos seus negócios, a troca de ideias, a integração e a interação com outros produtores e entidades que estarão lá levando as suas pautas são muito importantes.

Que tipo de conhecimento o produtor rural receberá?

Ao produtor rural serão oferecidas várias oportunidades de adquirir conhecimento sobre negócios, agroindústria, energia solar, consultorias de cooperativas e bancos, além das trocas de experiências. Além disso, algumas palestras, minicursos e apresentações culturais vão acontecer em um auditório e na Arena aberta.

Como estão os preparativos para a festa?

A programação está sendo fechada porque a cada dia surge uma demanda, uma pauta importante para ser debatida na Exposul Rural. Os primeiros três dias serão exclusivos para o setor pecuário, com concursos leiteiros, provas de ranqueamento e outras atividades. De 4 a 7 de abril, o evento abrirá as portas ao público em geral. Os estandes ficam abertos nos dias 4 e 5 das 14h às 20h e no sábado e domingo, das 10h às 22h

Quais as temáticas do encontro?

Na abertura do dia 4 teremos um grande encontro, às 13h, para discutir licenciamento ambiental e, às 15 horas do mesmo dia, com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) trazendo a pauta sobre programa de recuperação ambiental que será proposto para o Espírito Santo para recuperar as reservas legais nas propriedades rurais.

Às 17h teremos a abertura oficial com a presença do governador Renato Casagrande e de todos que ajudaram a construir essa feira. Na sexta-feira, a partir das 9h, tem um encontro de líderes do sistema sindical rural que tem 50 presidentes, com a Federação de Agricultura do Estado.

A partir das 14h acontece um momento especial com a Seag e o Senar onde será mostrado o resultado da assistência técnica e gerencial da pecuária leiteira no ES. No sábado, a partir das 10h, outro encontro com o Senar com mais de 300 produtores para assistir uma palestra sobre inovação no agro.

Fale sobre as atrações do evento

O principal atrativo desta edição da Exposul Rural é a presença do produtor rural com sua produção e família, mas teremos muitas outras atrações. Para as crianças, a nossa famosa fazendinha; para os produtores rurais várias provas ranqueadas nacionais e a mostra de animais de corte e concurso leiteiro tradicional.

No sábado e domingo haverá a prova de laço e outras modalidades praticadas entre cavalo e cavaleiro ou cavalo e amazona. Teremos estandes para consumo, uma praça de alimentação e muita atividade cultural durante os quatro dias de feira.

Wesley Mendes, presidente do Sindicato Rural de Cachoeiro de Itapemirim

Parceiros da Exposul

A Exposul Rural é uma realização do Sindicato Rural e da Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Entre os parceiros, destacam-se Faes/Senar/Sindicatos, as cooperativas Selita, Sicoob, Cacal e Cafesul, a Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Espirito Santo (OCB-ES), Banestes e o Governo do Espírito Santo.

fonte original do Dia a Dia ES

Confira mais Notícias

Motorista de caminhão morre preso às ferragens em São José do Calçado

Assaltante é detido e produtos recuperados pela PM em Guaçuí

Colisão entre dois veículos deixa três feridos em Itapemirim

Duas motos recuperadas pela GCM em Cachoeiro na tarde desta sexta-feira

Vídeo: Homem morre dentro de casa noturna em Ibatiba

PP define data da convenção para confirmar candidatura de Ferraço

Resgate de cadáver no Itapemirim chama atenção no centro

Bebê amanhece morto em casa