Ouça a Rádio Ao Vivo

Vindima destaca a importância do vinho brasileiro

O vinho brasileiro está em festa. De janeiro a abril diversas regiões produtoras celebram a colheita das uvas. Bento Gonçalves, Garibaldi, Flores da Cunha, Campanha Gaúcha, e tantas outras regiões produtoras de vinhos comemoram este momento simbólico e especial que é a Vindima.

Depois de um longo período de trabalho, onde todas as fases de produção foram cuidadosamente preparadas, é chegado o tempo de colher, e a tradição de festejar a colheita, trazida pelos imigrantes, se transformou em turismo e tem movimentado os destinos do vinho no Rio Grande do Sul, e outras regiões importantes como os Vales da Uva Goethe e os Vinhos de Altitude, em Santa Catarina, e pelos caminhos do vinho de outros estados, como São Paulo, Paraná e Vale do Rio São Francisco.

A vindima é um importante marco para a cultura e o turismo gaúcho, fortalecendo o enoturismo e promovendo os terroirs de cada região. As atrações oferecidas pelas vinícolas têm atraído, anualmente, diversos visitantes para o estado do Rio Grande do Sul. Os turistas podem participar de todo o processo de colheita, desde a escolha das uvas, até a tradicional pisa – como os imigrantes faziam antigamente.

As programações são diversificadas, e oferecem experiências culturais, enogastronômicas, degustações sensoriais, e muitas outras novidades criadas a cada ano, valorizando o terroir único de cada região produtora numa imersão imperdível pelo mundo do vinho.

A fim de expor a sua identidade, o estado do Rio Grande do Sul foi pioneiro em buscar a certificação para os seus produtos de origem, com a Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos. Posteriormente, essa distinção começou a atrair turistas do mundo, fortalecendo o turismo das regiões detentoras e incentivando os demais estados a buscarem essa valorização. Atualmente, os gaúchos possuem o maior número de certificações do Brasil, juntamente ao estado de Minas Gerais, cada um com 15.

Assim, o melhor local do estado para aproveitar essa época é a Serra Gaúcha, afinal é a região que concentra a maior parte dos produtores de vinho do território brasileiro. Os vinhos produzidos nessa região vão desde o próprio vinho de mesa até os mais finos e premiados, inclusive com o certificado de Indicação Geográfica (IG).

Nesse período, ocorre a Vindima em Gramado, evento local que proporciona os melhores vinhos e sucos produzidos no interior da cidade, juntamente com experiências e uma programação de atrações, que vão desde visitação com os proprietários, degustação sensorial, até colheita e pisa das uvas. A abertura da 3ª edição do festival ocorreu ontem (8). Durante 25 dias de festa, os visitantes poderão imergir na cultura e nas tradições de quem vive em torno da produção da uva e do vinho.

Connection Experience Terroirs do Brasil e Conexões Internacionais

O Connection Experience vai promover os destinos turísticos e divulgar produtos de origem brasileira. Este ano, será realizada a 7ª edição, com o tema Terroir do Brasil, tendo como cenário o coração da cidade de Gramado, passando pelo Palácio dos Festivais, Rua Coberta e a Praça Major Nicoletti.

As atrações turísticas ligadas aos produtos de origem únicos do Brasil serão assunto em destaque no Connection. Além disso, haverá programação de conteúdos de alta qualidade, com palestrantes e painelistas nacionais e internacionais, feira de produtos, aulas show com elaboração de pratos por chefs de cozinha, e rodada de negócios exclusiva para expositores. Para mais informações leia em: https://www.connectionexperience.com.br/blog.

Fonte: Rossi & Zorzanello

Foto: Rafael Cavalli

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper