Ouça a Rádio Ao Vivo

Veja como acessar a declaração pré-preenchida do Imposto de Renda

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

A Receita Federal disponibilizou nesta terça-feira (12) o programa para a declaração do Imposto de Renda 2024. Além disso, a opção de declaração pré-preenchida também já está liberada. Para utilizar essa opção, é necessário que o contribuinte possua uma conta gov.br com nível ouro ou prata.

Vale ressaltar que o prazo para o envio da declaração terá início apenas na próxima sexta-feira, dia 15, e se estenderá até o dia 31 de maio.

A antecipação da liberação do programa e da declaração pré-preenchida foi realizada este ano para permitir que as pessoas verifiquem antecipadamente quais informações são necessárias e identifiquem eventuais documentos faltantes. Segundo o supervisor nacional do programa do Imposto de Renda, José Carlos Fonseca, essa medida visa facilitar o processo para os contribuintes.

A seguir, saiba como fazer a declaração pré-preenchida do IRPF 2024:

Pelo Preenchimento Online:

  • Acesse o gov.br
  • Clique no ano desejado
  • Selecione a opção “Pré-Preenchida”

Pelo Celular ou Tablet:

  • Baixe o aplicativo e acesse com sua conta gov.br
  • Toque sobre o ano desejado
  • Selecione a opção “Pré-Preenchida”

Pelo Programa de Computador:

  • Baixe, instale e abra o programa
  • Clique em “Entrar com gov.br”
  • Na aba “Nova”, selecione “Iniciar declaração a partir da pré-preenchida”

Na declaração pré-preenchida, diversos campos já estarão preenchidos, incluindo informações de rendimentos, deduções, bens, direitos, dívidas e ônus reais. Esses dados são importados da declaração do ano anterior, do carnê-leão e de declarações de terceiros, como fontes pagadoras, imobiliárias ou serviços médicos.

É importante lembrar que a verificação da correção dos dados preenchidos na declaração é de responsabilidade do contribuinte. Caso seja necessário, ajustes, inclusões ou exclusões devem ser feitos conforme a situação.

As informações pré-preenchidas são provenientes da base de dados da Receita Federal, que inclui dados declarados pelo próprio contribuinte, declarações auxiliares e informações de outras fontes, como empregadores, imobiliárias, cartórios e instituições financeiras. A consolidação desses dados ocorre até o fim de fevereiro de cada ano, garantindo a precisão das informações.

Fonte: Portal IG

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper