Ouça a Rádio Ao Vivo

Teatro Valdemar de Oliveira, no Recife, pega fogo nesta quarta (7)

Fundado em 1971, o Teatro Valdemar de Oliveira, localizado na Praça Oswaldo Cruz, no centro do Recife (PE), pegou fogo durante a madrugada e amanheceu em chamas nesta quarta-feira (7). O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 5h. Ninguém se feriu.

“A primeira guarnição, ao chegar no local, debelou as chamas sem dificuldades, pois o referido teatro não possuía teto. O local era abandonado, tendo o fogo atingido as cadeiras remanescentes e alguns entulhos do local. Não houve necessidade de acionamento da defesa civil, conforme orientação do Sr. TC BM Wagner, supervisor de Operações”, diz a nota dos Bombeiros.

O Valdemar de Oliveira foi um dos teatros mais tradicionais da capital pernambucana, um espaço privado administrado pelo Teatro de Amadores de Pernambuco (TAP).

Antes mesmo da pandemia de covid-19 o teatro já não estava bem, e sua degradação se acelerou nos últimos quatro anos, especialmente após a morte de Reinaldo de Oliveira, responsável pela administração do espaço ao longo de décadas.

Nos últimos anos, a imprensa local vem relatando o abandono do teatro, que sofreu com invasões e também serviu de moradia para pessoas em situação de rua.

O sistema de segurança eletrônica foi danificado várias vezes, troféus, fiações de cobre, telhas, refletores e muitos outros objetos foram roubados e até o teto sumiu. Mesmo assim, o poder público não se mobilizou. 

Pedido de tombamento

Em 22 de setembro de 2023, a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) publicou no Diário Oficial uma nota formalizando a abertura do processo de tombamento do teatro, amparada na Lei Estadual 7970/1979. Assim, o espaço continua protegido de demolições até o final do processo. 

Contudo, a diretoria do TAP informou que não tem interesse no tombamento, e que está “em busca de alternativas”, pois o processo “implica um ônus burocrático que pode prejudicar as tratativas em curso e retardar a almejada recuperação e reabertura do Teatro Valdemar de Oliveira”.

Em 2022, a Secretaria de Cultura deu início às tratativas do processo de comodato do Teatro Valdemar de Oliveira ao Governo do Estado, que passaria a gerir o espaço por um prazo de 19 anos.

Após esse período, o local passaria por nova avaliação sobre a continuidade ou interrupção do acordo firmado. As conversas sobre esse modelo, no entanto, não avançaram.

Fonte: Portal IG/ Foto: Reprodução

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Campanha em Marechal Floriano arrecada duas carretas de doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Polícia Militar inicia Operação Colheita nos municípios das montanhas

Garantia de preço mínimo melhora renda de extrativistas de juçara no Espírito Santo

Construção de Complexo Esportivo de Santa Isabel entra na fase final

Maré meteorológica preocupa o Rio Grande do Sul: ‘Não vimos o pior cenário’

https://culturafmcastelo.com.br/mega-sena-sorteia-nesta-quinta-feira-premio-acumulado-em-r-25-milhoes/

Unidade móvel da Secretaria de Fazenda estará no Monte Cristo no sábado

Inscrições abertas para festival de quadrilhas juninas em Cachoeiro