Ouça a Rádio Ao Vivo

Polícia perde base, viaturas, computadores e mesas em enchente e limpeza de Mimoso

As perdas materiais com a enchente que devastou o município de Mimoso do Sul, desde o dia 23 de março, atingiu diretamente a Polícia Militar e continuam acontecendo nessa fase de limpeza da cidade.

O comandante da 15ª Cia Independente da Polícia Militar, major Cavati, informa que até o momento, além de perder a base da companhia em Mimoso do Sul, a corporação perdeu 17 viaturas, 19 computadores e mais de 20 mesas e cadeiras.

“Alem da nossa sede e das viaturas e equipamentos, estamos sendo obrigados a trabalhar com um contingente pequeno porque muitos policiais não voltaram ao trabalho porque também perderam tudo e estão dando assistência às suas famílias. Os que retornaram tiveram prejuízo de fardamento, por isso estamos tentando adquirir novas fardas para eles até que recebam o auxílio do governo.”

Cavati explica que o governador esteve no local e afirmou que a sede base da Companhia será reformada, mas por enquanto a intenção é alugar uma residência como base emergencial para sede da 15ª Cia da PM.

“Estamos sem base nenhuma e trabalhando no limite de viaturas e policiais. As viaturas ficavam no pátio da Companhia, mas quando recebemos o alerta de chuva retiramos todas e colocamos no pátio da Escola Monsenhor Elias Tomasi, mas infelizmente o pátio da escola também ficou alagado como nunca havia acontecido antes, e afetou as viaturas”, lamentou o major.

Perdas durante a limpeza

A base da 15ª Cia que era instalada na rua Presidente Vargas, em Mimoso do Sul, atende também os municípios de Muqui, Atílio Vivacqua e Apiacá, situados na divisa com o Estado do Rio de Janeiro.

Major Cavati informou que 79 alunos soldados da Academia de Polícia Militar do Espírito Santo estão ajudando a limpar Mimoso. “Tivemos algumas perdas de viaturas também durante a limpeza da cidade por causa da espessa lama que ficou presa nos motores”, ele disse.

Caminhão dos bombeiros

As fortes chuvas que atingiram cidades do Sul do Espírito Santo arrastou até um carro do Corpo de Bombeiros, que estava na região para ajudar no resgate de moradores de Mimoso do Sul, afetados diretamente pela enchente.

A cidade foi a segunda que mais choveu no estado desde a madrugada de sexta-feira (22 de março), com 228mm, de acordo com o boletim da Defesa Civil Estadual.

Major Cavati, coordenando o trabalho de limpeza em Mimoso do Sul

fonte original do diaadiaes

Confira mais Notícias

Leptospirose: 85 casos suspeitos da doença foram registrados em Mimoso

Roberto Carlos: maior nome da música brasileira completa 83 anos na sexta (19)

Incêndio atinge empresa em Itaoca, distrito de Cachoeiro

Escritora atacada por pit bulls recebe alta após 13 dias internada

Cachoeiro: autorizada reforma do Centro de Saúde “Paulo Pereira Gomes”

Barbeiro é detido com moto clonada em Cachoeiro

Cachoeiro: Servidor da prefeitura perde braço após acidente de trabalho

Cachoeiro recebe evento de cidades inteligentes