Ouça a Rádio Ao Vivo

Perigo: chuva forte faz sirene de evacuação ser acionada em São Sebastião

Paulo Pinto/Agência Brasil
As fortes chuvas que atingem o município de São Sebastião, no litoral norte do estado de São Paulo, fizeram com que a sirene para evacuação da Vila Sahy fosse acionada. Há um ano, 64 pessoas morreram em deslizamentos no município. A maioria delas estava na vila.

O equipamento que alerta sobre necessidade de evacuação foi instalado em dezembro. De acordo com a Defesa Civil estadual, às 17h15, o pluviômetro na vila atingiu a marca de 54 milímetros (mm) de acumulado de chuva em uma hora.

“Considerando o protocolo de acionamento, que prevê 45mm de acumulado em uma hora, o Centro de Gerenciamento de Emergências da Defesa Civil estadual alertou a Defesa Civil Municipal, que realizou o acionamento da sirene para evacuação da comunidade”, diz comunicado da Defesa Civil estadual.

O plano de contingência municipal também foi acionado. O abrigo emergencial, aberto. E um ônibus da prefeitura está à disposição para transportar as famílias. Equipes da Defesa Civil municipal prestam orientação aos moradores.

Segundo o diretor social da Associação de Moradores da Vila Sahy, Ademilton Santos, a chuva chegou a 70mm na região e causou alagamentos, mas não há registro de deslizamentos. De acordo com Santos, a chuva parou por volta das 18h15 na Vila Sahy, e as famílias já estavam voltando para casa.

Edição: Nádia Franco

Fonte: Agência Brasil

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper