Ouça a Rádio Ao Vivo

Operação ‘Arrastão’, prende sete suspeitos e apreendem drogas em Itapemirim

Sete suspeitos foram detidos e dois adolescentes apreendidos durante uma operação conjunta denominada “Arrastão”, deflagrada pelas Polícias Civil e Militar, nessa segunda-feira (18), e nas últimas quarta-feira (13) e quinta-feira (14), no bairro Campo Acima, em Itapemirim.

Durante as ações, foram apreendidos mais de 35 quilos de maconha, pinos de cocaína, haxixe, crack, além de rádios comunicadores, dinheiro e material para embalagem e preparo de entorpecentes.

A operação teve início na última quarta-feira (13), com o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão, resultando na prisão do líder do grupo criminoso, um homem de 26 anos, e mais dois associados, ambos de 20 anos, com a posse de diversos tipos de drogas e materiais relacionados ao tráfico.

Um adolescente de 15 anos também foi apreendido por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.

Após o familiar assumir o compromisso de comparecer ao Ministério Público do Estado (MPES) quando solicitado, o adolescente foi reintegrado à família.

Foram apreendidos dez celulares, R$500,00, 26 buchas de maconha, meio tablete de maconha, ½ tablete de crack, 31 pedras de crack, 26 pinos de cocaína, dois cordões de ouro e prata e uma capa de colete balístico.

Já na última sexta-feira (15), seis mandados judiciais foram cumpridos, levando à apreensão de mais drogas, dinheiro, equipamentos de comunicação e outros itens utilizados no tráfico de drogas.

Três adultos, sendo dois homens, um de de 18 e outro de 30 anos, e uma mulher de 28 anos, foram presos em flagrante por fazerem parte da associação criminosa liderada pelo suspeito detido no dia anterior.

Um adolescente também foi apreendido por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. Após o familiar assumir o compromisso de comparecer ao Ministério Público quando solicitado, o adolescente foi reintegrado à família.

Durante as diligências, foram apreendidos um celular, R$ 4.826,00 em espécie, seis buchas de maconha, 31 pinos de cocaína, quatro papelotes de skank, quatro tabletes de maconha, 31 pedras de crack, material para embalo de entorpecentes, máquina de cartão modelo portátil, duas balanças de precisão, dois rádios comunicadores e documentações diversas.

Em uma ação contínua da Operação Arrastão, a Polícia Civil e a Polícia Militar efetuaram a apreensão de, aproximadamente, 35 quilos de maconha na tarde dessa segunda-feira (18), na localidade de Campo Acima, em Itapemirim.

Durante a operação, uma mulher de 18 anos foi detida em flagrante por tráfico de entorpecentes e associação ao tráfico de drogas.

Nesta ação, foram apreendidos seis tabletes de haxixe, 35 tabletes de maconha, R$ 200,00 em espécie, uma porção de maconha pequena e um coldre.

Segundo o titular da 9ª Delegacia Regional de Itapemirim, delegado Djalma Lemos, a investigação teve início após diversos relatos e denúncias sobre a venda de drogas na região das casinhas populares de Campo Acima.

O grupo criminoso, liderado pelo suspeito detido na última quarta-feira (14), empregava métodos coercitivos, incluindo o uso de armas de fogo, para impor seu domínio sobre os moradores locais.

Todos os detidos tiveram prisões confirmadas nas audiências de custódia e estão sob custódia no Centro de Detenção Provisória de Marataízes.

Operação “Arrastão”: O nome faz analogia à ação policial que visa a combater a área dominada pela organização criminosa, retirando os criminosos de circulação.

Foto: Sesp

fonte original do Dia a Dia ES

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper