Ouça a Rádio Ao Vivo

Nas fazendas localizadas no sul do estado do Espírito Santo uma técnica de biotecnologia da reprodução vem crescendo entre os pecuaristas.

É a Inseminação Artificial em Tempo Fixo – IATF. Isso é uma técnica de reprodução bovina que envolve a sincronização dos ciclos estrais de um grupo de vacas para que todas entrem no cio aproximadamente ao mesmo tempo. Isso permite que a inseminação artificial seja realizada em um período pré-determinado, facilitando o manejo reprodutivo.

O processo de IATF geralmente inclui a administração de protocolos hormonais para sincronizar os ciclos reprodutivos das vacas. Uma vez sincronizadas, as vacas são inseminadas artificialmente em um curto espaço de tempo, normalmente em um único dia ou em alguns dias consecutivos.

A IATF é utilizada para melhorar a eficiência reprodutiva do rebanho, resultando em maior número de nascimentos em um período específico. Isso pode ser benéfico para produtores que desejam planejar a produção de bezerros em uma janela de tempo mais restrita, otimizando o uso de recursos e facilitando o manejo do rebanho.

AGRO . POR DIOGO VIVACQUA DE LIMA

Confira mais Notícias

Veja os próximos passos do projeto que acaba com ‘saidinha’ dos presos.

Ben$ dos candidatos

Raça Nelore, que corresponde a 80% do gado brasileiro, ganha terreno e vira a queridinha entre produtores do Sul do Espírito Santo.

Vitória Stone Fair começa hoje e promete movimentar R$ 15 milhões

Empresários se assustaram com o reajuste dos planos coletivos de saúde