Ouça a Rádio Ao Vivo

Kennedy: funcionário morre prensado pelo caminhão em que trabalhava

Funcionário descarregava paletes de blocos de concreto no momento do acidente – Fotomontegem ilustrativa/Jornal FATO

Uma fatalidade abalou a tranquilidade da cidade de Presidente Kennedy na manhã de hoje (24). Um acidente de trabalho resultou na morte de Fábio Luiz Alves, 44 anos, imprensado pelo caminhão que operava contra uma mureta. O incidente ocorreu na localidade de Campo Novo, onde está sendo construída uma praça pública, conforme informações da Polícia Militar.
A única testemunha presente no momento do incidente relatou que Fábio operava um caminhão durante o descarregamento de paletes de blocos, quando, repentinamente, o veículo balançou, prensando a vítima contra um muro. Após pular rapidamente do caminhão, a testemunha encontrou Fábio desacordado e coberto de sangue.
O médico plantonista do pronto atendimento local constatou o óbito.

A perícia da Polícia Científica (PCIES) foi acionada na manhã desta quarta-feira (24), por volta das 08h40, para a ocorrência de acidente de trabalho com vítima fatal. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, para ser necropsiados e, posteriormente, liberados para os familiares.

PREFEITURA
A Prefeitura de Presidente Kennedy informa que a vítima trabalha para empresa fornecedora de material, contratada para a construção da praça saudável na comunidade de Campo Novo, interior do município.
Ele morreu imprensado entre uma das muretas da construção e o caminhão Munck, “que tombou pelo fato de o operador não ter patolado uma das sapatas, que firmam o veículo no solo, enquanto realizava o descarregamento de paletes de piso pavi-s”, informa em nota.
De acordo com a empresa fornecedora de material, o trabalhador tinha vasta experiência nesse tipo de serviço, e por algum motivo descumpriu com norma técnica de segurança, o que infelizmente resultou no trágico acidente.
A Prefeitura de Presidente Kennedy ressalta que o operador não faz parte de seu quadro de funcionários, “mas da empresa fornecedora da nossa contratada para a construção da Praça Saudável”, entretanto, servidores municipais estiveram no local prestando o apoio necessário. A Prefeitura afirmou lamentar a fatalidade e se solidariza com a família e amigos do trabalhador.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Seis novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Recepção do Cachoeirense Ausente será nesta segunda-feira (24)

Confira as unidades de saúde que abrem neste sábado (22) para vacinação

Em operação na BR-101, PM apreende quase 30 kg de maconha

Suspeito de roubo é baleado e preso após esfaquear policial em Cachoeiro

Despedida de Jorge Moraes, sósia do técnico Jorge Jesus, acontece no Rio de Janeiro

Fogueira de Rio Novo cresce ainda mais e fica maior que um prédio de 8 andares

Espírito Santo é o 1º do Brasil nos investimentos à ciência e tecnologia