Ouça a Rádio Ao Vivo

Israel atacou comboio de ajuda alimentícia da ONU em Gaza

As Forças de Defesa de Israel (FDI) atacaram um comboio da Organização das Nações Unidas (ONU) que transportava alimentos no centro da Faixa de Gaza no dia 5 de fevereiro. O bombardeio ocorreu antes de impedirem que os caminhões seguissem para o norte do território, onde palestinos estão à beira da fome. 

As informações compartilhadas pela ONU e divulgadas pela CNN nesta quarta-feira (21) mostram que a correspondência trocada entre a ONU e as forças israelenses antes do ataque revela que ambas as partes fizeram um acordo sobre a rota do comboio.

Além disso, de acordo com um relatório de incidente interno da agência das Nações Unidas para refugiados palestinos (UNRWA, na sigla em inglês), o caminhão foi alvejado quando estava parado em ponto de detenção das FDI.

Ainda segundo a UNRWA, não houve nenhum ferido. Entretanto, grande parte da sua carga –  que consistia, sobretudo, em farinha de trigo para fazer pão – foi destruída.

“Um comboio que transportava comida, rumo ao norte da Faixa de Gaza. Aquele comboio a caminho do que chamamos de áreas intermediárias foi atingido. Um dos caminhões que transportava suprimentos foi atingido por fogo naval israelense”, afirmou Juliette Touma, porta-voz da UNRWA.

Em resposta, as FDI não comentaram o bombardeio do dia 5, mas afirmaram que estão investigando os ataques aos comboios e armazéns de ajuda.

Fonte: Portal IG/ Foto: Thomas White/UNRWA via X

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper