Ouça a Rádio Ao Vivo

Infecção intestinal: alerta em regiões do litoral

Divulgação

Com a chegada do verão, aumenta a preocupação com a gastroenterite, uma infecção intestinal que tem apresentado surtos em algumas regiões do litoral. Médica gastroenterologista da Unimed Sul Capixaba, Ozília Darós alerta sobre os riscos e medidas preventivas necessárias para evitar a propagação dessa condição durante a estação mais quente do ano.

A gastroenterite é predominantemente causada por vírus, como Norovírus, Adenovírus e Rotavírus. Menos de 10% dos casos são atribuídos a bactérias e protozoários, incluindo Campylobacter, Shigella, Salmonella, Escherichia Coli, Clostridium, Cryptosporidium e Giardia. Segundo a gastroenterologista, o diagnóstico é, na maioria das vezes, clínico, com sintomas que incluem diarreia, náuseas, vômitos, dor abdominal em cólica e febre.

A médica destaca a importância de se ficar atento aos sinais de alarme, indicativos de maior probabilidade de um quadro bacteriano. “Se a diarreia aquosa inicialmente sugere uma etiologia viral, não é necessário realizar exames ou prescrever antibióticos. No entanto, em caso de sinais como vômitos persistentes, incapacidade de hidratação oral e presença de sinais de alarme, é crucial buscar avaliação médica imediatamente”, alerta a especialista.

Os sinais de alarme incluem idade acima de 70 anos, presença de sangue ou muco nas fezes, imunossupressão, comorbidades como Diabetes Mellitus, temperatura persistente acima de 38,5°C, dor abdominal significativa ou refratária, e uso recente de antibióticos.

Ozília destaca que a transmissão pode ocorrer por meio de alimentos mal-conservados, água contaminada e contaminação fecal-oral. “A prevenção é fundamental para evitar a propagação da gastroenterite. Práticas essenciais para prevenir a gastroenterite incluem a higienização das mãos antes e após o preparo de alimentos, o consumo exclusivo de água potável (fervendo-a, se necessário), evitar alimentos crus e carnes mal cozidas, manter alimentos refrigerados abaixo de 5ºC e aquecidos acima de 70ºC, além de higienizar as mãos após usar o banheiro, auxiliar crianças e trocar fraldas”, descreve.

A médica ainda ressalta que locais sem instalações sanitárias e água encanada apresentam uma incidência anual elevada de diarreia, reforçando a importância de medidas preventivas, especialmente em ambientes com essas características.

A Unimed Sul Capixaba está atenta ao surto de gastroenterite e orienta seus clientes a adotarem práticas seguras para garantir a saúde intestinal durante o verão. Em caso de sintomas durante as férias, quem tiver fora de Cachoeiro e precisar de atendimento de urgência pode utilizar o Pronto Atendimento Digital.

O serviço pode ser acionado pela assistente virtual Isa, no WhatsApp (28) 2101-6255, pelo site www.unimedsulcapixaba.coop.br ou ainda pelo Aplicativo Unimed Cliente, é feito a triagem com enfermeiro até o atendimento médico.

Durante o verão, o Pronto Atendimento Digital conta com um desconto de 50% na coparticipação, sendo o uso exclusivo para clientes da Unimed Sul Capixaba. A promoção vai até 29 de fevereiro de 2024.

O serviço também está disponível em Cachoeiro de Itapemirim, inicialmente no Pronto Atendimento do Hospital Materno-Infantil Unimed, onde os clientes podem optar por utilizar o Pronto Atendimento Digital, agilizando o tempo de atendimento na unidade física.

O serviço também está disponível em Cachoeiro de Itapemirim, inicialmente no Pronto Atendimento do Hospital Materno-Infantil Unimed, onde os clientes podem optar por utilizar o Pronto Atendimento Digital, agilizando o tempo de atendimento na unidade física.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Fiscalização eletrônica de velocidade é restabelecida aos poucos

Após perseguição, foragido é capturado em Alegre

Dia do Policial Civil é ‘comemorado’ com prisão e apreensões em Guaçuí

Carreta tomba na BR-101 em Mimoso do Sul

Morre Mazinho Schwambach, colunista social de Domingos Martins e região

Mais de 50 médicos do Espírito Santo respondem por processo no CRM

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

Seleção capixaba de handebol disputa Campeonato Brasileiro Cadete