Ouça a Rádio Ao Vivo

Infecção intestinal: alerta em regiões do litoral

Divulgação

Com a chegada do verão, aumenta a preocupação com a gastroenterite, uma infecção intestinal que tem apresentado surtos em algumas regiões do litoral. Médica gastroenterologista da Unimed Sul Capixaba, Ozília Darós alerta sobre os riscos e medidas preventivas necessárias para evitar a propagação dessa condição durante a estação mais quente do ano.

A gastroenterite é predominantemente causada por vírus, como Norovírus, Adenovírus e Rotavírus. Menos de 10% dos casos são atribuídos a bactérias e protozoários, incluindo Campylobacter, Shigella, Salmonella, Escherichia Coli, Clostridium, Cryptosporidium e Giardia. Segundo a gastroenterologista, o diagnóstico é, na maioria das vezes, clínico, com sintomas que incluem diarreia, náuseas, vômitos, dor abdominal em cólica e febre.

A médica destaca a importância de se ficar atento aos sinais de alarme, indicativos de maior probabilidade de um quadro bacteriano. “Se a diarreia aquosa inicialmente sugere uma etiologia viral, não é necessário realizar exames ou prescrever antibióticos. No entanto, em caso de sinais como vômitos persistentes, incapacidade de hidratação oral e presença de sinais de alarme, é crucial buscar avaliação médica imediatamente”, alerta a especialista.

Os sinais de alarme incluem idade acima de 70 anos, presença de sangue ou muco nas fezes, imunossupressão, comorbidades como Diabetes Mellitus, temperatura persistente acima de 38,5°C, dor abdominal significativa ou refratária, e uso recente de antibióticos.

Ozília destaca que a transmissão pode ocorrer por meio de alimentos mal-conservados, água contaminada e contaminação fecal-oral. “A prevenção é fundamental para evitar a propagação da gastroenterite. Práticas essenciais para prevenir a gastroenterite incluem a higienização das mãos antes e após o preparo de alimentos, o consumo exclusivo de água potável (fervendo-a, se necessário), evitar alimentos crus e carnes mal cozidas, manter alimentos refrigerados abaixo de 5ºC e aquecidos acima de 70ºC, além de higienizar as mãos após usar o banheiro, auxiliar crianças e trocar fraldas”, descreve.

A médica ainda ressalta que locais sem instalações sanitárias e água encanada apresentam uma incidência anual elevada de diarreia, reforçando a importância de medidas preventivas, especialmente em ambientes com essas características.

A Unimed Sul Capixaba está atenta ao surto de gastroenterite e orienta seus clientes a adotarem práticas seguras para garantir a saúde intestinal durante o verão. Em caso de sintomas durante as férias, quem tiver fora de Cachoeiro e precisar de atendimento de urgência pode utilizar o Pronto Atendimento Digital.

O serviço pode ser acionado pela assistente virtual Isa, no WhatsApp (28) 2101-6255, pelo site www.unimedsulcapixaba.coop.br ou ainda pelo Aplicativo Unimed Cliente, é feito a triagem com enfermeiro até o atendimento médico.

Durante o verão, o Pronto Atendimento Digital conta com um desconto de 50% na coparticipação, sendo o uso exclusivo para clientes da Unimed Sul Capixaba. A promoção vai até 29 de fevereiro de 2024.

O serviço também está disponível em Cachoeiro de Itapemirim, inicialmente no Pronto Atendimento do Hospital Materno-Infantil Unimed, onde os clientes podem optar por utilizar o Pronto Atendimento Digital, agilizando o tempo de atendimento na unidade física.

O serviço também está disponível em Cachoeiro de Itapemirim, inicialmente no Pronto Atendimento do Hospital Materno-Infantil Unimed, onde os clientes podem optar por utilizar o Pronto Atendimento Digital, agilizando o tempo de atendimento na unidade física.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Mulher cai no rio Jucu após ouvir chamado de amiga falecida em Marechal Floriano

CRAS de Domingos Martins promove revisão cadastral para famílias de baixa renda

Mecanização é o caminho para a produtividade na silvicultura

Últimos dias para inscrição de trabalhos científicos acadêmicos na Favesu 2024

São Camilo: Governo garante bolsa a aprovados que tiveram matrículas canceladas

Homicídio em posto foi legítima defesa, conclui Delegacia de Marataízes

Suspeito de fingir ser policial civil é detido com arma em Alegre

Agora é Léo: PL anuncia novo pré-candidato a prefeito de Cachoeiro