Ouça a Rádio Ao Vivo

Homem morre em 5º acidente grave em 16 dias na BR-262

Texto: Bruno Caetano / Foto: Corpo de Bombeiros

Um trágico acidente em Marechal Floriano resultou na morte de um homem de 44 anos, natural de Ipatinga (MG), na manhã desta quarta-feira (13), no km 63,5 da BR-262, próximo ao Trevo de Paraju. Esse é o 5ª acidente grave que ocorre em meio a uma série de outros acidentes nas duas últimas semanas, em trechos da rodovia que corta Domingos Martins e Marechal Floriano, como vem sendo publicado pelo Montanhas Capixabas.

O acidente de hoje, que envolveu um carro e um caminhão-baú, resultou em uma colisão frontal no km 63,5 da rodovia, deixando a frente do veículo completamente destruída e o caminhão com danos no lado esquerdo. Outro incidente similar na BR 262, no km 51, resultou no falecimento da irmã do vereador Abrão Levi Kieffer, o Coquinho, de Marechal Floriano, no dia 27 de fevereiro.

O condutor do carro foi encontrado com os pés presos às ferragens e já sem sinais vitais quando os bombeiros chegaram ao local. Apesar dos esforços da equipe de resgate, não foi possível salvá-lo. O motorista do caminhão saiu ileso do acidente.

O acidente, que ocorreu por volta das 8h30, resultou em uma interdição parcial da via, com o fluxo de veículos sendo controlado no sistema pare e siga, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A Polícia Civil, por meio da Polícia Científica (PCIES), foi acionada para realizar a perícia por volta das 9h20, em uma ocorrência de colisão com vítima fatal. O corpo da vítima foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim para necropsia e posterior liberação aos familiares. O nome da vítima não foi divulgado.

Esses incidentes chamam a atenção para a frequência e gravidade na rodovia. Notícias recentes divulgadas pelo Montanhas Capixabas como “Acidente na BR-262 deixa mulher presa entre ferragens em Marechal Floriano” e “Carros pegam fogo após baterem e homem morre entre ferragens de caminhão tombado na BR-262” têm levado os moradores a pedirem medidas para garantir a segurança dos motoristas que trafegam por essa via.

Procurada, a PRF declarou que os acidentes em específico são de responsabilidade da polícia judiciária realizar a perícia dos casos e identificar os culpados. A PRF mencionou que, de maneira geral, as estatísticas sugerem que mais de 90% dos acidentes são atribuídos exclusivamente aos condutores.

A PRF também destacou que tem realizado ações preventivas, educativas e corretivas. As ações preventivas incluem a presença ostensiva da PRF nos trechos, rondas, fiscalização, atividades do dia-a-dia e operações específicas. As ações educativas englobam blitz de orientação, cinema rodoviário, entre outras. Por fim, “as ações corretivas consistem em notificações de trânsito para os condutores que insistem em cometer infrações. Todas essas ações são realizadas diuturnamente pela PRF”.

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper