Ouça a Rádio Ao Vivo

Helicóptero desaparecido em São Paulo é encontrado pela Polícia Militar

O  helicóptero que estava desaparecido no Litoral Norte de São Paulo foi encontrado pelas equipes da Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (12). A aeronave estava sendo procurada há 12 dias e foi localizada em Paraibuna, de acordo com a PM. Ainda não há informações sobre os passageiros ou sobre o piloto.

A imagem compartilhada pela PM nas redes sociais mostra o helicóptero, identificado pelo Águia 24, em meio às árvores na mata.

O caso

O helicóptero decolou por volta das 13h do dia 31 de dezembro, do aeroporto Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista, com destino a Ilhabela, no Litoral Norte,  mas desapareceu durante o percurso.

Luciana Rodzewics, de 45 anos, e a filha, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos, estavam no helicóptero.

Na  aeronave estavam Letícia Ayumi Rodzewics Sakumot, de 20 anos, a mãe dela, a vendedora de roupas Luciana Marley Rodzewics Santos, de 46 anos, o piloto, identificado como Cassiano Tete Teodoro, 44 anos, e Raphael Torres, de 41, que convidou mãe e filha para um passeio bate-volta em Ilhabela.

O helicóptero, de modelo Robinson R-44, foi fabricado em 2001 e tinha capacidade de transportar até três pessoas, além do piloto, de acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O veículo em questão, no entanto, não estava autorizado a fazer táxi-aéreo, segundo a Anac. Ele é registrado sob a matrícula PR-HDB. A documentação do Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade, porém, está em situação regular, com validade até junho de 2024.

Além disso, o  piloto já foi investigado por realizar voos irregulares e teve sua licença para voar cassada de 2021 a 2023, ficando proibido de fazer voos comerciais de passageiros.

Para realizar as buscas, as equipes usaram, entre outros indícios,  o sinal do celular de uma das passageiras que foi detectado por uma torre de telefonia. O aparelho teve sua última atividade registrada às 22h14 do dia 1º de janeiro. O sinal de celular detectado pela torre pertence à passageira Luciana Rodzewics. 

Fonte: Portal IG/ Foto: Divulgação e PM/SP

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Fiscalização eletrônica de velocidade é restabelecida aos poucos

Após perseguição, foragido é capturado em Alegre

Dia do Policial Civil é ‘comemorado’ com prisão e apreensões em Guaçuí

Carreta tomba na BR-101 em Mimoso do Sul

Morre Mazinho Schwambach, colunista social de Domingos Martins e região

Mais de 50 médicos do Espírito Santo respondem por processo no CRM

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

Seleção capixaba de handebol disputa Campeonato Brasileiro Cadete