Ouça a Rádio Ao Vivo

Governo Lula muda tom e critica bloqueio a candidatura de opositora na Venezuela

Nota divulgada pelo Itamaraty tem críticas diretas do governo Lula ao impedimento da candidatura de Corina Yoris, principal nome da oposição para as eleições de julho na Venezuela |  Foto: AGÊNCIA ESTADO

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou, nesta terça-feira (26), o bloqueio à candidatura de Corina Yoris, nome escolhido pela principal força de oposição contra o chavismo nas eleições de julho na Venezuela.

A nota divulgada pelo Itamaraty nesta terça tem tom crítico contra o regime do ditador Nicolás Maduro e marca uma inflexão em relação à postura até então adotada por Lula, de preservar o aliado sul-americano.

Leia mais sobre Política

A Plataforma Unitária desejava registrar a candidatura de Corina Yoris, indicada como substituta de María Corina Machado, que venceu com folga as primárias da aliança opositora no ano passado. María Corina era favorita nas pesquisas, mas foi inabilitada para exercer cargos públicos por 15 anos.

A coalizão opositora denunciou que foi impedida de incluir seu candidato na disputa.

Sem citar nominalmente a opositora, o ministério das Relações Exteriores afirmou que o impedimento do registro “não é compatível com os acordos de Barbados”.

Os acordos foram entendimentos entre o regime Maduro e a oposição que permitiram a convocação das eleições deste ano. No entanto, houve recrudescimento da perseguição a opositores de Maduro nos últimos meses, incluindo a inabilitação de Machado e a prisão de diversos opositores.

“O impedimento não foi, até o momento, objeto de qualquer explicação oficial”, prossegue o comunicado.

O Itamaraty também diz na nota que o governo Lula “acompanha com expectativa e preocupação o desenrolar do processo eleitoral naquele país”.

“O Brasil está pronto para, em conjunto com outros membros da comunidade internacional, cooperar para que o pleito anunciado para 28 de julho constitua um passo firme para que a vida política se normalize e a democracia se fortaleça na Venezuela, país vizinho e amigo do Brasil”, prossegue a nota.

fonte original da Tribuna Online

Confira mais Notícias

Leptospirose: 85 casos suspeitos da doença foram registrados em Mimoso

Roberto Carlos: maior nome da música brasileira completa 83 anos na sexta (19)

Incêndio atinge empresa em Itaoca, distrito de Cachoeiro

Escritora atacada por pit bulls recebe alta após 13 dias internada

Cachoeiro: autorizada reforma do Centro de Saúde “Paulo Pereira Gomes”

Barbeiro é detido com moto clonada em Cachoeiro

Cachoeiro: Servidor da prefeitura perde braço após acidente de trabalho

Cachoeiro recebe evento de cidades inteligentes