Ouça a Rádio Ao Vivo

Estado integra Câmara Técnica do Conselho Nacional da Saúde para discutir a Formação Profissional

O Espírito Santo estará presente na Câmara Técnica responsável pela discussão das políticas, programas e projetos de formação profissional e educação permanente no Sistema Único de Saúde (SUS). A participação ocorre por meio do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), que foi selecionado como uma das instituições a participar da Câmara Técnica da Comissão Intersetorial de Recursos Humanos e Relações de Trabalho do Conselho Nacional de Saúde (CT/CIRHRT/CNS).

O espaço trata de temas como o planejamento e monitoramento de formação técnica de nível médio, de graduação e residência em saúde. O ICEPi é titular no “Eixo 3 – Pós-Graduação/Residências em Área Profissional da Saúde” e suplente no “Eixo 1 – Formação Técnica de Nível Médio”. O Conselho Nacional de Saúde (CNS) faz parte da estrutura organizacional do Ministério da Saúde (MS) e é responsável por atuar na formulação e no controle da execução da Política Nacional de Saúde no âmbito dos setores público e privado.

Para o diretor do instituto, Fabiano Ribeiro, a participação em espaços como esse e ao lado de entidades de renome nacional contribuem para o fortalecimento da educação permanente no SUS, o que resulta em melhora de processos e serviços para os usuários. No Estado, o ICEPi é referência por ser uma Escola de Saúde Pública e organizar formações como cursos de Aperfeiçoamento e Especialização e Residências em Saúde. 

“A formação dos profissionais de saúde é peça-chave para um Sistema de Saúde cada vez mais humanizado e eficaz. Por isso, a relevância de abordar o tema com instituições que inovam e representam as necessidades dos profissionais e também da sociedade”, explicou Ribeiro. 

Entre as atividades dos membros da CIRHRT estão: participar de reuniões, capacitações, discussões sobre cursos e a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS, e subsidiar o CNS com proposições para a elaboração da Política Nacional de Residências em Área Profissional da Saúde. 

Também fazem parte da Comissão a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); a Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE); a Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA); a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco); a Associação Rede Unida (Rede Unida); e Associações e Conselhos das profissões e demais entes. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sesa

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Sem capacete, meninas são flagradas pela GCM trafegando com moto

Situação e oposição fazem convenções no mesmo dia em Marataízes

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

Semana de início das Olimpíadas tem dia do escritor e avós

Pega em flagrante ameaçando pessoas, dupla armada é detida em Alegre