Ouça a Rádio Ao Vivo

Especial Emancipação: coral canta a história de Cachoeiro

Fotos: Marcia Leal

No mesmo mês em que o município comemora 157 anos de emancipação, o Coral Vozes de Cachoeiro comemora seu primeiro aniversário. Reconhecido por sua interpretação de canções históricas da cidade, o grupo teve sua fundação recente associada a essas melodias emblemáticas.

Em 14 de março de 2023, o coral realizou seu primeiro ensaio e apenas um mês depois fez sua estreia na Câmara Municipal da cidade, em 19 de abril, coincidindo com o aniversário de 82 anos do ícone da música brasileira, Roberto Carlos, filho de Cachoeiro.

O repertório selecionado incluiu três canções significativas: “É Preciso Saber Viver”, “Meu Pequeno Cachoeiro” e a Cantiga do Cachoeirense Ausente”. Cada uma delas desempenhou um papel crucial na formação do coral, especialmente nas duas últimas.

Em 2022, o músico arranjador Adilson Dilem dos Santos, a pedido da Prefeitura, produziu um novo arranjo instrumental e vocal para “Meu Pequeno Cachoeiro”, composição de Raul Sampaio que se tornou o hino oficial da cidade. Lançada durante a Festa da cidade em junho daquele ano, a nova versão conta com a participação de 49 artistas, incluindo o prefeito Victor Coelho, no videoclipe.

A repercussão positiva rendeu a Dillem um novo convite. Dessa vez, da Câmara Municipal, para fazer o arranjo da cantiga homenagem ao Cachoeirense Ausente, de autoria de Newton Braga e Hélio Ramos, declarada declarado hino oficial do principal homenageado na Festa de Cachoeiro através de projeto de lei de 2022.

Nesta ocasião, ao invés de juntar episodicamente diversos talentos mais uma vez para uma única gravação, teve a ideia de criar um coral, que viria a ser o Vozes de Cachoeiro.

Sob sua regência reuniu 22 daqueles reconhecidos músicos que participaram da repaginação de Meu Pequeno Cachoeiro, uma verdadeira constelação, tendo no total 40 vozes. A apresentação no dia do aniversário do Rei foi a primeira de muitas que vieram a seguir.

Adilson Dilem explica que o Coral é composto por uma diversidade de talentos, incluindo músicos da Escola do Choro, artistas de MPB, cantores evangélicos, professores de música, regentes de coral, além de professores especializados em Canto e Técnica Vocal. Essa variedade de experiências e estilos musicais torna nosso grupo verdadeiramente eclético e dinâmico.

O Coral Vozes de Cachoeiro ensaia uma vez por semana, com um repertório com diversos gêneros musicais. Atualmente, reúne 42 coristas. E, na agenda, compromissos diversos em eventos culturais e solenidades, além de convites para apresentações em outras cidades, alguns dos quais não pode aceitar por, dada a sua formação recente, não ter ainda extenso repertório. Questão de tempo.

Cachoeiro de Itapemirim, conhecido como o berço do maior ídolo da América Latina, o cantor e compositor Roberto Carlos, também é lar de diversos outros talentos que se destacaram no cenário musical, como Raul Sampaio, Sérgio Sampaio, entre outros.

A rica história musical de Cachoeiro por si só justifica a nobreza deste projeto, que valoriza a educação, a socialização e a cultura através da sensibilidade musical.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Campanha em Marechal Floriano arrecada duas carretas de doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Polícia Militar inicia Operação Colheita nos municípios das montanhas

Garantia de preço mínimo melhora renda de extrativistas de juçara no Espírito Santo

Construção de Complexo Esportivo de Santa Isabel entra na fase final

Maré meteorológica preocupa o Rio Grande do Sul: ‘Não vimos o pior cenário’

https://culturafmcastelo.com.br/mega-sena-sorteia-nesta-quinta-feira-premio-acumulado-em-r-25-milhoes/

Unidade móvel da Secretaria de Fazenda estará no Monte Cristo no sábado

Inscrições abertas para festival de quadrilhas juninas em Cachoeiro