Ouça a Rádio Ao Vivo

EDP alerta sobre cuidados nas instalações elétricas para evitar incêndios

Foto: Divulgação.

A EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo, alerta para a importância de uma instalação elétrica interna adequada nas residências, comércios e indústrias com o objetivo de evitar incêndios e outros acidentes causados por sobrecarga ou curto-circuito.   

Foram registrados no Brasil 963 incêndios,com 67 mortes, causados por falhas elétricas em instalações internas em 2023. O índice é 11,7% superior ao registrado no ano anterior. As informações são da edição de 2024 do Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica, editado pela Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade).

A região sudeste respondeu por 249 ocorrências, com 17 fatalidades. O Espírito Santo não registrou casos fatais, apesar de acumular 14 ocorrências dessa natureza em 2023.

Ao analisar o período de cinco anos (2019-2023), é possível constatar um aumento de 42,7% nesse tipo de acidentes. Entretanto, vale destacar que houve uma redução de aproximadamente 8% no número de mortes em 2023 em relação ao ano anterior.

A EDP destaca que o cenário indica possíveis melhorias no tempo de resposta aos atendimentos emergenciais pela diminuição dos óbitos, mas sinaliza a necessidade de redobrar a atenção com a manutenção das instalações elétricas, que é de responsabilidade do proprietário do imóvel.

As residências, incluindo casas, apartamentos e residências rurais, se destacam como os locais de maior incidência de incêndios de origem elétrica e mortes, com mais de 50% dos casos, segundo o Anuário da Abracopel.

Os dados apontam para problemas nas instalações elétricas internas, como dimensionamento errado de carga ou falta de manutenção, que levam a aquecimento da fiação e sobrecarga. A seleção e conservação correta de disjuntores é crucial para prevenir curtos-circuitos em incêndios. 

De acordo com o gestor da EDP, Filipe Lima, o primeiro cuidado é contratar um profissional capacitado, pois é necessário verificar o dimensionamento dos circuitos e se certificar de que a capacidade é adequada para suportar a carga elétrica demandada pelos aparelhos e equipamentos utilizados em sua residência. Sobrecarregar os circuitos pode levar ao superaquecimento dos fios e causar incêndios.

“Faça inspeções periódicas em sua instalação elétrica para verificar a integridade dos fios, tomadas e interruptores. Se notar qualquer sinal de desgaste, fios descascados ou mau funcionamento, chame um eletricista para avaliar e corrigir o problema. Além disso, siga sempre as normas e regulamentações vigentes para garantir a segurança de sua residência e de todos os moradores”, conclui o gestor da EDP.

Dicas de segurança

– Examine a integridade da fiação elétrica: fios desencapados ou danificados devem ser substituídos;

– Cheque tomadas e extensões para ter a certeza de que não estão sobrecarregadas;

– Fios e conectores nunca devem passar debaixo de tapetes e carpetes, sob risco de incêndio;

– Tomadas, disjuntores e aparelhos elétricos devem ficar distantes de pias, torneiras e outros locais com água. Caso não seja possível, evitar o contato direto com os líquidos;

– A queima de fusível ou desarme dos disjuntores com frequência é indicativo de sobrecarga na instalação elétrica interna, sendo importante a análise de um técnico;

– A cada cinco anos, faça a manutenção de todo circuito elétrico da residência;

– Utilize produtos e equipamentos certificados, com garantia de qualidade;

Em caso de ocorrências relacionadas à rede de distribuição de energia, nunca se aproxime do local e acione imediatamente a EDP pelos canais de atendimento: site www.edponline.com.br, aplicativo EDP Online, WhatsApp -(27) 9 9772-2549, Central de Atendimento – 0800 721 0707 e agências de atendimento presencial.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Sem capacete, meninas são flagradas pela GCM trafegando com moto

Situação e oposição fazem convenções no mesmo dia em Marataízes

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

Semana de início das Olimpíadas tem dia do escritor e avós

Pega em flagrante ameaçando pessoas, dupla armada é detida em Alegre