Ouça a Rádio Ao Vivo

Edital do Concurso Público Nacional Unificado publicado quarta

Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

O Governo Federal anunciou a publicação, no Diário Oficial da União de quarta-feira (10), o edital com as regras para o Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), que selecionará 6.640 servidores para 21 órgãos públicos.

A previsão é de que as inscrições estejam abertas entre os dias 19 de janeiro e 09 de fevereiro e que a prova seja aplicada no dia 05 de maio.

De acordo com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, o edital apresenta “informações sobre os blocos temáticos, conteúdos das provas, critérios de classificação e desclassificação, lista de espera, cadastro de reserva, validade do certame e composição das notas finais”.

Em nota divulgada pela pasta, a secretária adjunta de Gestão de Pessoas, Regina Camargos, adiantou que a metodologia a ser adotada no concurso é inovadora, e que as provas serão aplicadas em 220 cidades de todo o país por meio de parceria com o Cesgranrio.

“É um feito inédito que exige preparação inédita também”, informou a secretária ao explicar que a ampliação do número de cidades tem por objetivo,garantir que regiões metropolitanas tenham provas em mais de uma cidade.

 

Inovações

Entre as inovações a serem adotadas está a previsão de que uma inscrição valha para o processo seletivo de mais de um órgão. Outra novidade é a busca pela “igualdade de oportunidades de acesso” aos cargos públicos efetivos.

“Queremos democratizar o acesso a essas vagas. Muitas pessoas sequer conseguiam prestar concursos porque precisavam se deslocar para outros estados, o que muitas vezes é muito dispendioso”, justificou a secretária.

Ao anunciar, em setembro de 2023, o novo processo seletivo, o Ministério da Gestão explicou que, no momento da inscrição, os candidatos deverão optar por um dos blocos das áreas de atuação governamental disponíveis.

 

Provas e áreas de atuação

Na sequência, indicarão cargo ou carreira por ordem de preferência, entre as vagas disponíveis no bloco de sua escolha. A ideia apresentada inicialmente é de que a primeira etapa do concurso unificado seja em um único dia, dividida em dois momentos: primeiro será aplicada uma prova objetiva, com conteúdo comum a todos os candidatos. Depois, no mesmo dia, serão aplicadas provas dissertativas e com conteúdos específicos, de acordo com cada bloco temático.

As áreas de atuação anunciadas até o momento são: administração e finanças; setores econômicos, infraestrutura e regulação; agricultura, meio ambiente e desenvolvimento agrário; educação, ciência, tecnologia e inovação; políticas sociais, justiça e saúde; trabalho e previdência; dados, tecnologia e informação pública, além do nível intermediário.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: Agência Brasil

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Seis novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Recepção do Cachoeirense Ausente será nesta segunda-feira (24)

Confira as unidades de saúde que abrem neste sábado (22) para vacinação

Em operação na BR-101, PM apreende quase 30 kg de maconha

Suspeito de roubo é baleado e preso após esfaquear policial em Cachoeiro

Despedida de Jorge Moraes, sósia do técnico Jorge Jesus, acontece no Rio de Janeiro

Fogueira de Rio Novo cresce ainda mais e fica maior que um prédio de 8 andares

Espírito Santo é o 1º do Brasil nos investimentos à ciência e tecnologia