Ouça a Rádio Ao Vivo

Donos de clínica e enfermeira presos acusados de cárcere privado

Divulgação/Polícia Civil

Atendendo a solicitação do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), equipe da delegacia de Polícia Civil de Piúma deu batida ontem (24) em clínica terapêutica direcionada à reabilitação de dependentes químicos no bairro Praia de Acaiaca. 

Os donos e a enfermeira da clínica foram presos, acusados de cárcere privado (privar a liberdade de pessoa humana) e de desobediência de ordem judicial. 

Os suspeitos são um homem de 53 anos de idade e duas mulheres, de 25 e 32 anos. Autuados em flagrante, foram encaminhados ao sistema prisional.

A Polícia Civil ainda apura supostos crimes de tráfico de drogas e estupro. A instituição de saúde havia sido intimada a se abster de receber novos pacientes. E quando os policiais adentraram nas suas dependências, vários internos prontamente informaram estar lá contra a vontade. 

Além disso, alguns deles relataram ter entrado após a data imposta pela Justiça a pedido do MPES. 

Todos os pacientes que declararam estar em cárcere privado foram levados à delegacia para prestar depoimento. E, após os procedimentos legais, ficaram sob a responsabilidade da assistência social do município de Piúma.

Os policiais também apreenderam os prontuários com informações sobre as vítimas para anexar ao material da investigação.    

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Fiscalização eletrônica de velocidade é restabelecida aos poucos

Após perseguição, foragido é capturado em Alegre

Dia do Policial Civil é ‘comemorado’ com prisão e apreensões em Guaçuí

Carreta tomba na BR-101 em Mimoso do Sul

Morre Mazinho Schwambach, colunista social de Domingos Martins e região

Mais de 50 médicos do Espírito Santo respondem por processo no CRM

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

Seleção capixaba de handebol disputa Campeonato Brasileiro Cadete