Ouça a Rádio Ao Vivo

Cesan implementa robôs e inteligência artificial no combate aos vazamentos de água na Grande Vitória

A Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan) inova e dá um salto tecnológico ao anunciar a incorporação de robôs e inteligência artificial na sua estratégia de combate aos vazamentos na Grande Vitória. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11), pelo governador Renato Casagrande e o presidente da Companhia, Munir Abud. Na ocasião foi feita uma demonstração de como será a operação.

O serviço tem o objetivo de atuar na recuperação, substituição e implantação de novas redes de água, adotando tecnologia de ponta. Essa modernização inclui métodos não destrutivos e o emprego de inteligência artificial na detecção e resolução de vazamentos. Um investimento de cerca de R$ 145 milhões que entra em operação já nos próximos dias.

“São as tecnologias mais avançadas do mundo, destinadas à redução de perdas e ao aumento da vida útil do sistema. Cada metodologia é designada para casos específicos, mas todas com o objetivo de ter uma execução mais rápida, menos poluidora, com menor transtorno à população e melhor custo-benefício”, salientou o governador Renato Casagrande.

Além de minimizar os impactos nas obras de implantação ou substituição de redes, a Cesan tem como meta reduzir o tempo de execução e o custo operacional desses serviços. Os gastos com manutenção de redes representam o terceiro maior custo operacional da empresa, alcançando aproximadamente R$ 40 milhões por ano.

O presidente da Companhia, Munir Abud, destacou que o Espírito Santo sai à frente nesse avanço. “Atualmente, apenas São Paulo, Fortaleza, Bahia, João Pessoa e o Distrito Federal utilizam essa tecnologia. É um passo importante que estamos dando em direção à modernização e eficiência das operações da Cesan, promovendo benefícios diretos para a população ao minimizar transtornos, reduzir custos e agilizar as intervenções nos sistemas de água e esgoto da região”, disse.

A empresa gerencia mais de nove milhões de metros de redes de água e mais de quatro milhões de metros de redes de esgoto em 53 municípios no Espírito Santo, tornando-se um ambiente propício para a implementação da tecnologia não destrutiva na substituição e instalação de novas redes.

Esses novos métodos serão aplicados em áreas de grande movimentação veicular, onde bloquear o trânsito é complexo, como nas avenidas Vitória, Serafim Derenzi, Reta da Penha, entre outras. A implantação será estendida por toda a Grande Vitória, região que concentra o maior número de pessoas atendidas e a maior extensão de redes de grande porte da companhia.

Fonte/ Foto: Governo ES

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

GCM de Cachoeiro apreende moto clonada no bairro Vila Rica

Polícia Militar apreende drogas em São José do Calçado

Mulher é detida com moto clonada em Jerônimo Monteiro

Força Tática detém homem com 130 pedras de crack em Alegre

ES fecha bimestre com menor número de homicídios em 28 anos

Operação policial prende quatro pessoas e apreende armas e drogas em Guaçuí

Anchieta oferece atividades para maiores de 60 anos

Integrante de facção criminosa é detido em Bom Jesus do Norte