Ouça a Rádio Ao Vivo

Cachoeiro: prefeito exonera subsecretário após uso irregular de carro

O subsecretário de Monitoramento de Ações e Serviços Públicos, Gleydson Lucena Mapele da Silva, foi exonerado do cargo pelo prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho (PSB). O decreto de nº 33.593, em que consta a demissão sumária foi publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira.

O documento não expõe, mas o agora ex-subsecretário utilizou irregularmente carro alugado pelo município, sem identificação obrigatória, para viajar com a família ao Rio de Janeiro. O caso se tornou público após o vereador Léo Camargo (PL) flagrá-lo na madrugada de quinta-feira (28), quando passava por uma praça de pedágio.

No vídeo feito pelo vereador, o servidor público afirma que foi ao Rio de Janeiro para o sepultamento da avó e que pagou com o próprio dinheiro o combustível utilizado na viagem. As desculpas, no entanto, não foram suficientes para mantê-lo no cargo.

A exoneração foi assinada no mesmo dia pelo prefeito e tornada pública com a publicação hoje ne no Diário Oficial.

Gleydson trabalhava na Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços (Semmat) e, pela descrição do cargo, era “responsável pelo monitoramento e organização, acerca dos atendimentos das demandas de manutenção e serviços públicos”. Mas, no fim, era ele quem estava sendo monitorado em seu deslocamento irregular.

Prefeitura abre sindicância e quer ressarcimento

Em nota, a Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim informa que exonerou o servidor que foi apontado como utilizando veículo oficial para fim particular, sendo que será iniciada uma sindicância administrativa para apuração, quantificação e ressarcimento ao Município dos prejuízos causados.

A Administração Municipal está, como sempre esteve, pautada em princípios morais, éticos e respeito com o povo e com os recursos públicos e jamais compactuará com nada que fuja a esses preceitos.

Buscamos, sempre, alcançar a observância dos princípios constitucionais que orientam e guiam o exercício da função pública, dentro do que prevê o Estatuto do Servidor e demais leis correlatas.

É bom ressaltar que Cachoeiro se destaca como um exemplo de excelência em transparência e governança pública em diversos rankings de órgãos nacionais e estaduais que avaliam frentes de atuação do poder público, sendo que neste mandato, nenhum processo sequer fora instaurado pelos Órgãos de Controle em razão de atos de utilização indevida ou irregular de recursos públicos.

Os investimentos em controle e transparência refletem uma gestão mais ética e responsável com os recursos públicos, e no tocante a nossa frota municipal, todos os veículos destacados para atendimento público são monitorados por rastreador, onde se é verificado a regularidade do uso dos equipamentos em atendimento apenas ao interesse público.

É bom lembrar que no Ranking Capixaba de Transparência e Governança Pública 2023, divulgado pela Transparência Capixaba, Cachoeiro de Itapemirim alcançou a primeira colocação, alcançando a pontuação máxima de 100%, sendo o município um dos 13 que alcançaram o nível “ótimo” – o mais elevado da avaliação.

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

GCM de Cachoeiro apreende moto clonada no bairro Vila Rica

Polícia Militar apreende drogas em São José do Calçado

Mulher é detida com moto clonada em Jerônimo Monteiro

Força Tática detém homem com 130 pedras de crack em Alegre

ES fecha bimestre com menor número de homicídios em 28 anos

Operação policial prende quatro pessoas e apreende armas e drogas em Guaçuí

Anchieta oferece atividades para maiores de 60 anos

Integrante de facção criminosa é detido em Bom Jesus do Norte