Ouça a Rádio Ao Vivo

Brasil lidera ranking das maiores economias da América Latina

O  Fundo Monetário Internacional (FMI) aponta o Brasil como a maior economia da América Latina em 2023. Os dados são do World Economic Outlook, relatório elaborado pela entidade.

Segundo projeção do FMI, o Brasil retornou ao ranking das 10 maiores economias globais em 2023, ocupando a nona posição, superando o Canadá, cujo PIB foi estimado em US$ 2,12 trilhões.

O Brasil encabeça o ranking com 20 países, apresentando um PIB estimado em US$ 2,13 trilhões. O México segue em segundo lugar, com um PIB estimado em US$ 1,81 trilhão, enquanto a Argentina ocupa a terceira posição, com um PIB previsto de US$ 621,83 bilhões.

Confira a lista das 20 maiores economias da América Latina em 2023:

  1. Brasil: US$ 2,13 trilhões
  2. México: US$ 1,81 trilhão
  3. Argentina: US$ 621,83 bilhões
  4. Colômbia: US$ 363,84 bilhões
  5. Chile: US$ 344,4 bilhões
  6. Peru: US$ 264,64 bilhões
  7. República Dominicana: US$ 120,63 bilhões
  8. Equador: US$ 118,69 bilhões
  9. Porto Rico: US$ 117,52 bilhões
  10. Guatemala: US$ 102,77 bilhões
  11. Venezuela: US$ 92,21 bilhões
  12. Costa Rica: US$ 85,59 bilhões
  13. Panamá: US$ 82,35 bilhões
  14. Uruguai: US$ 76,24 bilhões
  15. Bolívia: US$ 46,8 bilhões
  16. Paraguai: US$ 44,14 bilhões
  17. El Salvador: US$ 35,34 bilhões
  18. Honduras: US$ 33,99 bilhões
  19. Trinidad e Tobago: US$ 27,89 bilhões
  20. Haiti: US$ 25,99 bilhões

Banco Mundial

Em relatório divulgado no começo de janeiro, o  Banco Mundial revisou a previsão de crescimento da economia brasileira em 2023 e 2024, destacando o desempenho acima do esperado na atividade ao longo de grande parte do ano passado. No entanto, houve uma leve redução na estimativa para a expansão do PIB em 2025.

A instituição estimou um crescimento de 3,1% para o PIB em 2023. Essa previsão representa um aumento significativo em relação à estimativa anterior divulgada em junho do ano passado, que apontava para uma expansão bem mais modesta, de 1,2%.

Quanto a 2024, a projeção agora indica um crescimento de 1,5%, representando um acréscimo de 0,1 ponto percentual em comparação com a estimativa anterior. Essa revisão reflete a desaceleração da atividade econômica no segundo semestre de 2023 e uma produção agrícola mais moderada neste ano.

Conforme a instituição, isso fundamenta a previsão de uma aceleração no crescimento do PIB em 2025 para 2,2%, embora a capacidade do governo para proporcionar apoio fiscal à economia seja restrita pelos esforços de ajuste nas contas públicas. Anteriormente, o Banco Mundial esperava uma expansão de 2,4% para o PIB brasileiro no próximo ano.

Fonte: Portal IG/ Foto: Luciano Rocha

fonte original do Montanhas Capixabas

Confira mais Notícias

Leptospirose: 85 casos suspeitos da doença foram registrados em Mimoso

Roberto Carlos: maior nome da música brasileira completa 83 anos na sexta (19)

Incêndio atinge empresa em Itaoca, distrito de Cachoeiro

Escritora atacada por pit bulls recebe alta após 13 dias internada

Cachoeiro: autorizada reforma do Centro de Saúde “Paulo Pereira Gomes”

Barbeiro é detido com moto clonada em Cachoeiro

Cachoeiro: Servidor da prefeitura perde braço após acidente de trabalho

Cachoeiro recebe evento de cidades inteligentes