Ouça a Rádio Ao Vivo

Bandes disponibiliza R$ 50 milhões para empresas afetadas pelas chuvas

Foto: Ronaldo Santos

As fortes chuvas causaram fortes estragos nos municípios do Sul do Espírito Santo, afetando diversas famílias, empresas e produtores rurais. Para oferecer apoio financeiro aos empresários prejudicados, o Governo do Estado vai aportar R$ 50 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), por meio do Fundo de Fortalecimento da Economia Capixaba (Fortec).

Uma linha de financiamento emergencial para capital de giro, com condições operacionais atrativas foi criada para as empresas que precisam voltar a operar o mais rápido possível. A linha Bandes Emergencial oferece juros reduzidos, equivalentes a 50% da taxa Selic, além de crédito de R$ 21 mil até R$ 500 mil com prazo de até seis anos para pagamento, incluído o primeiro ano de carência.

De acordo com o diretor-presidente do Bandes, Marcelo Barbosa Saintive, a criação da linha emergencial amplia as possibilidades de acesso ao crédito neste momento delicado:

“Uma das estratégias fundamentais adotadas pelo Bandes em colaboração estreita com o Governo do Estado foi a criação do Fortec. Esse fundo específico também foi concebido para oferecer suporte emergencial em situações de calamidade pública, como as recentes chuvas na região sul. O Fortec representa um marco importante em nossa capacidade de resposta a crises, pois nos permite ter agilidade e diligência na alocação de recursos para áreas prioritárias, como na reconstrução de infraestrutura e no apoio a setores produtivos afetados”, afirmou.

Para ter acesso aos recursos emergenciais, as empresas de Alegre, Alfredo Chaves, Apiacá, Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Guaçuí, Jerônimo Monteiro, Mimoso do Sul, Muqui, Muniz Freire, Rio Novo do Sul, São José do Calçado e Vargem Alta devem acessar o site do Bandes. Além disso, o banco capixaba prestará atendimentos presenciais ao longo dos próximos dias nos municípios. A condição de empreendimento afetado deverá ser atestada por laudo do Corpo de Bombeiros Militar ou da Defesa Civil Municipal.

Suspensão de parcelas de contratos

Para clientes com contratos vigentes no Bandes, o banco disponibilizará o mecanismo de suspensão de parcelas em curso pelo prazo de seis meses. A medida servirá de amparo para permitir que as empresas afetadas possam recuperar forças para restabelecerem suas atividades. O saldo das prestações suspensas será redistribuído nas prestações subsequentes, mantendo o vencimento final do contrato.

Condições Operacionais

Valor financiado: de R$ 21 mil até R$ 500 mil

Carência: até 12 meses

Prazo de amortização: até 60 meses

Prazo total do financiamento: até 72 meses

Taxa de juros: 50% da taxa Selic

fonte original do Jornal Fato

Confira mais Notícias

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

Funai solicita Força de Segurança Nacional para TI Uru-Eu-Wau-Wau

Brasil é campeão no Mundial de Robótica em Houston

Espírito Santo registra redução nas taxas de pobreza e extrema pobreza

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper